Destrua este diário #livro

Um livro de nome “Destrua este diário” remete a várias deduções, como achar que o livro contém um enredo sobre um diário que continham coisas que precisavam ser destruídas, ou sobre um diário de um adolescente que escreve sua vida nele e ele acaba parando em mãos erradas e tudo o que ele quer e precisa é destruir o diário, ou o título significa para destruirmos… MESMO hahahaha e olha que a terceira dedução é a certa, pois todas as folhas do diário tem uma instrução que tem por objetivo devastar o livro, mas qual o propósito disso? A autora Keri Smith se justifica dizendo que “pequenos atos de rebeldia no dia a dia podem transformar a sua vida”, ao mesmo tempo que você destrói o livro você cria, você aflora sua criatividade, você muda, “criar é esculhambar”, no primeiro momento algumas pessoas podem achar besta e sem significado nenhum, mas não isso o que realmente acontece.

Para fãs de livros no papel impresso destruir um livro seria tortura demais, mas estes quando descobrem o propósito do livro e as suas instruções se entregam à autora e se divertem fazendo algo que nunca pensariam que fariam, digo isso porque já vi muitas pessoas tendo essa reação e comentando. Eu também sou fã de livros, não todos impressos porque eu leio parte deles no Kindle e confesso que grifo os impressos, mas mesmo assim destruir um livro da maneira que ele nos propõe chega sim no princípio ser uma tortura, eu até achava que eu não tinha essas frescuras de “nossa, você grifa o seu livro”, ainda não tenho, mas de mastigá-lo, arrebentá-lo e literalmente destruí-lo chega a ser um tormento, mas estou aos poucos perdendo isso e estou me divertindo cada vez mais.

No final dos agradecimentos a autora brinca: “Dedicado a perfeccionistas do mundo inteiro” uma brincadeira para aqueles que terão que quebrar uma barreira para começar a destruir tudo, o que pode ser uma tarefa árdua, mas também instigante.

Obs.: Quando terminar o meu diário, posterei aqui algumas de minhas páginas (:

Até mais pessoal :D

#CCXP LOL

Muitos nerds e apaixonados por cultura pop estavam esperando notícias dos ingressos para a Comic Con Experience que será realizada aqui no BR no mês de dezembro deste mesmo ano, esse evento será realizado nos moldes da Comic-Con San Diego que acontece na Califórnia (EUA) anualmente, esse ano será a nossa primeira e ela vem sendo organizada há 2 anos pelos fundadores do site também de cultura pop, Omelete, recentemente tive a oportunidade de assistir uma palestra sobre a Comic aqui no BR onde o Otávio Juliato, um dos organizadores do evento e parte do Omelete, disse que sim, que os ingressos seriam anunciados esse mês, tanto o dia de vendas e o preço, bom, é o que aconteceu, ontem teve o anúncio deles, foi no facebook, na fan page do Evento que foi anunciado tudo, além de dias atrás ser confirmado o guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, onde ele lançará seu livro “Too Much Horror Business: The Kirk Hammett Collection”, além de falar sobre suas ~nerdices terrorentas~, a Disney confirmou também, e terá um stand oficial, ou seja, tem tudo pra ser um evento master, todos os dias terão anúncios, novidades, começou por ontem com os ingressos, hoje terá mais um, mas não saiu ainda, mesmo assim, acompanhem a página deles, além da página do Omelete.

O que terá na Comic Con Experience: TV, cinema, quadrinhos, games, animes, RPG, memorabília, colecionáveis, action figures, ou seja tudo do universo nerd/geek e de cultura pop, terão artistas, atores e criadores nacionais e estrangeiros, exibição de materiais inéditos, lançamentos, exposições e concurso de cosplay.

Estou apostando nessa Comic e acredito que vai ser incrível e sensacional.

Informações dos ingressos através da página da CCXP:

– A abertura para vendas do 1º lote da Comic Con Experience será na próxima segunda, dia 02/06, às 12h (horário de Brasília).

– Você poderá garantir sua meia entrada doando um livro (em bom estado de conservação) e também poderá adquirir pacotes especiais caso queira ir todos os dias.

– Os ingressos podem ser adquiridos em até 12 vezes sem juros e as vendas serão feitas exclusivamente através da plataforma online Eventioz.

– Para saber todas informações de preços e pacotes, acesse: http://bit.ly/ingressosccxp

Data do evento: 4 a 7 de Dezembro.

 

Site da Comic Con Experience: http://ccxp.com.br/

Página da Comic Con Experience: https://www.facebook.com/comicconexperience

Site do Omelete: http://omelete.uol.com.br/

Página do Omelete: https://www.facebook.com/SiteOmelete

É isso aí galera e até mais! :DD

HUMANIDADE = DIVERSIDADE

Talvez tenhamos mesmo que aceitar as pessoas como elas são, não digo de aceitar opção sexual, ou cor, isso não é questão de aceitar, nem de ficar separando, tomos somos seres humanos e não temos que ficar nos classificando e ficar com esses mimimis, pra mim, mas infelizmente para tais sensos não existe branco, preto, amarelo, pardo ou sei lá mais cores que eles inventam, pra mim existe seres humanos. Você já ouviu uma escova de dente verde dizendo pra outra escova de dente verde que não quer se misturar com a escova de dente vermelha porque ela é VERMELHA, esse exemplo é estúpido não é? Assim como o preconceito e as rotulações da própria sociedade.

Quando eu digo em aceitar, digo em aceitar o jeito das pessoas, pois elas são diferentes, eu já cansei de bater a cabeça na parede em tentar mudar um pessoa que amo muito pra que ela não se decepcione lá no futuro, mas eu percebi que não é assim, assim como eu tive o meu livre arbítrio em ser e fazer as coisas que eu acho que são coerentes em minha concepção, e as vezes quebrar a cara mesmo, só que eu fiz o que eu achava que era o mais correta, e errei, mas é claro sempre tendo pessoas que me amam dando conselhos, porém não me afobando, deixo com que as pessoas sejam e façam isso também, percebi que não adianta, nós somos diferentes sim em “jeitos”, “gestos” e “gostos”, e ficar querendo mudar o outro para o que você mesmo acha que é o ideal daquela pessoa ser é bobagem.

Tolerar pode ser o nome da palavra, separar o que você gosta ou não de algo em uma pessoa, se não gosta tolere, é o jeito dela, mas não demonstre, é simples, é o JEITO dela, das coisas que você gosta nela aproveite o máximo, percebi que ficar brigando por conta do jeito que as pessoas são só piora as coisas, só esconde os lados bons da pessoa e você só passa a perceber os ruins. Como por exemplo, alguém que você conhece não gosta de fazer tal coisa, mas você insiste que ela faça, deixe-a, se ela não gosta, não gosta.

Foi difícil eu perceber isso, talvez você não concorde com o que escrevo, mas é que ultimamente eu estou conseguindo ver melhor o tamanho do mundo e de tão diverso que ele é em tantos sentidos que seria egoísta e ridículo da minha parte querer aceitar e ver só o que eu gosto ou acho ideal, devemos ser menos egoístas e idiotas, não é porque não gosto de tomate que tomate é ruim, suco de tomate, uh não gosto, mas tem países que o suco de tomate é produto substituto do suco de laranja. Tá vendo, tem um mundo muito maior do que o nosso lá fora, tem pessoas muito diferentes de nós lá fora, e essas diferenças não faz com que elas não sejam felizes, que elas não amem, que elas não sentem raiva, que elas não VIVEM.

Acho que indo nessa linha de pensamento nos deparamos algumas vezes com a palavra preconceito, palavra forte, palavra que cada indivíduo ao ouvir, falar ou pensar remete-a a algum tipo de preconceito e não apenas ao significado dele em sim, preconceito nada mais é que um PRÉ-JUÍZO, invertendo a ordem é um juízo pré-concebido, e são através de atitudes discriminatórias que ele se manifesta, não só falar e demonstrá-los é preconceito, mas  pensamentos também carregam preconceitos, essas atitudes são relacionadas a pessoas, crenças, opções sexuais, gostos, culturas e por aí vai, eu posso ficar aqui o dia todo dizendo tipos de preconceitos, mas o que eu andei pensando é que preconceito só existe porque às pessoas não aproveitam a vida 100%, porque a vida não se limita a você pré-julgar algo, poxa, tem tanta coisa aqui pra fazermos que queria eu ter 2 vidas pra fazer tudo o que eu quero fazer, eu só tive essa forma de pensar depois de uns anos, confesso: antigamente eu tinha muito preconceito, principalmente com estilos musicais, mas nunca preconceito racial ou sexual, isso é burrice, porque o que conta é o que somos por dentro e não a cor da pessoa e de que sexo ela gosta ou deixa de gostar, não tem diferença, nós seres humanos somos um só, a real é que temos que respeitar, uns aos outros, talvez o mundo tivesse a tão sonhada PAZ se as pessoas se respeitassem mais e parassem com esse mimimi que muitas pessoas tem.

O meu ex-tipo de preconceito era musical, sim, musical, ainda curto todas as músicas de 10, 15 anos atrás, mas ampliei meus gostos, por quê? Porque deixei de lado aquele pensamento mesquinho de que meu gosto é superior do outro, só porque eu ouço rock, aquele cara que ouve sertanejo universitário (tá certo que naquela época ainda não existia, mas é só um exemplo) não sabe de nada, não pensa, só ouve ali tua musiquinha e já era, agora rock não, temos que parar e prestar a atenção na letra, nas metáforas ali construídas, na mensagem do cara, talvez ele passou por tal situação e agora ele tá relatando e blá blá blá, tudo bem, rock pode ter tudo isso? Pode! Tem? Tem, não são todos, mas tem! Mas o que impede de outros ritmos musicais tiverem todas essas características? Nada! Oras, não são pessoas que escrevem letras de rock? Também são pessoas que escrevem letras de Hip-Hop, Blues, Jazz, Axé, Eletrônica, Soul, Bossa Nova, Dance, Rap, Forró, Black, Country e mais um milhão de estilos pelo mundo afora. Temos que dar valor a esse termo: “pessoa”, como indivíduo, como um ser, e não aos valores agregados a palavra pessoa, aqueles chamados rótulos ou o que você deseja chamar, tudo tem seu lado interessante, engraçado, legal, pensado, não é porque eu não gosto que não tem valor, TUDO TEM O SEU VALOR, desde pessoas e desde o que elas produzem, e tudo mais aí que tem nesse mundão.

Estude em Hogwarts (Hogwarts is Here)

Para os fãs de Harry Potter e que sempre quiseram ir pra Hogwarts, há várias possibilidades de trazer para o real todo o mundo literário de HP, uma possibilidade é poder visitar o parque em Orlando, outra é visitar os estúdios na Europa, outra é trazer os produtos originais por importação, os filmes claro são um tipo de materialização dessa história, mas aqui eu trago outra proposta, uma proposta na qual eu também aderi, que é o site de Hogwarts, muitos fãs conhecem o PotterMore, mas falarei de outro.

Atualmente cursos de diversos graus (graduação, técnicos, pós) estão sendo ministrados por via internet, mas aí você pensa: “nossa mas isso é furada, não dá certo”, claro que não, é diferente claro do que você cursar num local físico, ir para a faculdade todos os dias e etc, tem diferenças, é um tipo de ensino em que a pessoa tem que se adaptar, se monitorar e ser muito responsável com questões de horários. Temos universidades de peso como Harvard, MIT e a nossa própria USP que oferecem cursos online, no caso das universidades fora do BR, é imprescindível o inglês, mas se você já possui o nível intermediário consegue acompanhar, gente não é cao, é verdade, o ensino à distância por intermédio da internet é uma realidade, tem seus lados positivos e vai crescer mais com o tempo, nós humanos, na Idade Contemporânea que estamos temos que desenvolver o autodidatismo, mesmo que em um campo apenas, hoje o conhecimento está super valorizado e a internet tá aí na sua porta te oferecendo apoio, material de estudo. Nós, certamente, temos que passar por um processo de adaptação que vai de indivíduo para indivíduo, para alguns é até mais fácil sentar na frente de um pc/note/tablete e começar a estudar através de um vídeo, texto, imagem, áudio, a globalização nos permite cada vez mais trocas de informações, como o exemplo que citei onde as melhores universidades do mundo como Harvard oferecem aulas super “fodas” ~desculpa o palavrão, mas creio que foi necessário pra mostrar a tão importância~ a distância, e gratuitamente, basta procurar, basta digitar no grande oráculo do século XXI o “GOOGLE”, lembrando de uma dica, acompanhem o site “Catraca Livre”, sério, na boa, sem demagogia alguma, na minha opinião o melhor site que já conheci, eu entro em média 5~6 vezes por dia no site, é maravilhoso, tem categorias incríveis, como o de educação e por lá fico sabendo de tudo sobre cursos pra fazer, e como o próprio nome do site diz “Catraca Livre”, tudo em maioria são isentos de grana e em minoria será um custo de pouquíssimo valor, vale a pena o acesso, entrem.

Desculpa por ter dado essa volta toda pra mostrar os benefícios da internet ligado a meios de ensino, mas foi necessário, e acredite eu vou conseguir relacionar isso com Harry Potter que é o assunto mor desse post.

Conheci sexta o site www.hogwartsishere.com, Hogwarts is Here – #HiH (Hogwarts é Aqui). E o que é esse site? Lançado dia 16 de abril desse ano, o site foi criado por fãs de Harry Potter loucos por estudar de alguma forma em Hogwarts e simular toda a sua magia ~e põe magia em Hogwarts *-*~ por meio de um ambiente online. Foram fãs que manjam muito da saga que se voluntariaram para escreve-lo e desenvolve-lo, ou seja, é uma Hogwarts online, é uma Harvard online como dito acima HAHAHAHA Consegui associar?  

O site é free, não se gastará nada nele pra aprender mais sobre o Mundo da Magia, tudo é gratuito, de cara, assim que você se inscreve e recebe sua carta de Hogwarts ~por email rs~ você abre uma Gringotts Vault on-line (conta falsa) e recebe galeões (falso $), que são para “comprar” itens como livros e equipamentos para as aulas e etc (sim, tem aula de verdade), como você entra no primeiro ano e não tem nada de $$, eles te dão pra iniciar os estudos, mas você conforme vai usando o site consegue mais, pois lembre-se o site é gratuito, ah e o curso tem duração de nove semanas.

Há também os quartos onde você pode entrar, é opcional, mas assim você pode conhecer mais pessoas que curtem HP, além disso será necessário no ato da “inscrição” escolher uma escola, eu escolhi é claro Gryffindor (Grifinória), desculpa, mas eu tive que escolher Gryffindor HAHAHAHA, mas você pode escolher Lufa-lufa, Sonserina ou Corvinal.

Enfim, o site tem muita coisa, tem tanta coisa que você precisa antes de mais nada começar a fuça-lo depois de fazer a “matrícula” como aluno e depois partir pra procurar os quartos, cursos, os sapos de chocolates e tudo mais.

Ah, o site é todo inglês, dá pra usar o tradutor se você usa o google chrome e fica de boa entender, para se inscrever clique em enroll na página inicial :DD

Até mais!!

 

Potions Harry Potter – DIY

 

O DIY de hoje é inspirado nas potions da saga Harry Potter.

Para fazer são necessários vidros pequenos e em qualquer formato, rolhas (uma para cada vidro), água, corantes pode ser o corante alimentício ou o a base de água, folha sulfite mais uma fita adesiva ou troque por papel adesivo branco, canetinha preta e marrom, papel toalha e 2 colheres de sopa de café.

Primeiro é preciso que você faça o líquido da poção em potes separados de acordo com a cor que desejar, então você vai misturar o corante na água, após isso coloque o líquido nos frascos, feche com uma rosca de acordo com o tamanho do frasco.

Para fazermos a identificação e se aproximar das poções do Harry Potter fiz algumas pesquisas e utilizei corantes nas cores das poções que a saga nos traz, são inúmeras poções, eu escolhi 5 delas e fiz, a seguir a lista com a descrição das quais eu escolhi:

Murtlap Essence

A poção acalma e cura cortes dolorosos e abrasões, eficaz para a furúnculos, é feita de Tensas e tentáculos de Murtlap embebidos em salmoura e posteriormente peneirados. Para curar basta a poção ter contato com o local a ser tratado. Cor: Roxa.

Elixir to Induce Euphoria (Elixir da Euforia)

O ingrediente principal são folhas de Helária, leva 20 minutos o seu preparo e o efeito dura 5 minutos. Aprende-se a fazê-la no 2º ano. Ela causa intensa alegria em quem bebe, causa hilariantes gargalhadas e falta de ar de tanto rir, deixa a pessoa eufórica ao ponto de se esquecer dos demais males que afligem sua mente e pode ser preparada mais fraca para apenas oferecer uma leve alegria. Não é necessário que se beba, apenas a absorção pela pele causa o efeito.

Modo de Preparo: Aqueça 1,5 litros de água no caldeirão a uma temperatura entre 40ºC e 45°C. Pegue três folhas de Helária e com a faca, corte-as em quadradinhos. Divida essa porção de folhas quadriculadas em duas, sendo que despeje já a primeira metade e depois de 5 minutos a outra metade, aguarde mais 3 minutos para que todas as folhas sejam dissolvidas. Gire três vezes no sentido anti-horário, uma no horário e outra no anti-horário. Aguarde até estar tudo dissolvido e numa cor amarelada.

Restorative Blood (Poção Reparadora de Sangue)

Aprende-se a fazê-la no 7º ano de Hogwarts. O tempo de preparo é de 2 dias. Quando a vítima perde muito sangue, basta beber a poção que ela irá repor o sangue perdido e também incentivar mais produção de sangue.  Arthur Weasley usou quando foi atacado. Cor: vermelha.

Fire Protection (Poção de Proteção contra Fogo)

Quem bebe recebe proteção por 15 minutos de qualquer queimadura decorrente do contato com o fogo. Aprende-se fazê-la no 7º ano e leva 20 minutos o seu preparo. No primeiro ano de Harry em Hogwarts, ele a bebeu para passar pelas chamas negras e Hermione para atravessar o fogo roxo. Cor: azul.

Polyjuice Potion (Poção Polissuco)

Poção muito difícil de se fazer, leva um mês para o seu preparo, a poção transforma quem a bebe na pessoa cujo pedacinho foi usado como ingrediente da poção.

Modo de Preparo: Deve-se adicionar 1 litro de água no caldeirão e logo após isso acender o mesmo, depois adiciona-se 30g de pó de chifre de bicórnio e a poção deve adquirir uma superfície prata e espelhada, deixe essa solução cozinhar por 10 minutos, após o cozimento, adicione as sanguessugas misturando a poção 3 vezes no sentido horário e 1 vez no sentido anti-horário. Deixe a solução ficar cozinhando por 2 dias em fogo lento. Pegue a descurainia em uma noite de lua cheia, pese e depois coloque 3kg dela no caldeirão, depois acrescente na solução as 5 sanguinárias e mais 30 g de pó de chifre de bicórnio, após isso deixe a poção cozinhar por 15 dias inteiros, após isso, acrescente a solução os pedaços de 1m de pele de ararambóia e deixe a poção cozinhar por 15 minutos em fogo alto, depois deixe a solução em fogo baixo novamente e espere os dias do cozimento dos hemeróbios, depois de ter os hemeróbios prontos acrescente-os a poção, tire a solução do fogo. A poção deve atingir um tom escuro e um aspecto lamacento e viscoso, daí coloque o pedaço da pessoa (mais indicado cabelo) em que se quer transformar e logo a poção irá assobiar como se fosse uma chaleira fervendo, também irá espumar e mudará sua cor para o cinza, a poção já pode ser ingerida.


Para fazer as etiquetas eu usei pó de café para deixar o papel com aspecto de velho, e com a canetinha escrevi o nome das poções escolhidas, depois é só colar no frasco.

Final :DD

Até mais (:

 

De você para você mesmo

Já pensou em fazer um balanço da sua vida de o que você se tornou e conquistou nos últimos tempos?

Se você já pensou e já fez, legal, você tem seu próprio método e tenho certeza que te satisfez muito, mas se você já pensou e nunca fez ou nunca pensou eu tenho algo pra dizer em que você pode se inspirar muito. Bom, essa ideia é uma carta, de autoria sua, pegue algum fator determinante da sua vida, algo há 10, 15 anos que aconteceu que a partir dele você mudou ou teve que tomar uma decisão muito importante que fez com que sua vida se modifica-se, a partir desse momento escreva uma carta, uma carta para você de você mesmo, com tudo que aconteceu entre esse período até o momento de agora. A lógica é simples, como tudo já aconteceu você já sabe, mas lá atrás, há 10, 15, 20 anos você não sabia e veio cumprindo o roteiro invisível da sua vida, quando terminar, verás quanta coisa te aconteceu, as decisões certas, as erradas, as não tão certas e nem tão erradas assim, porém estas tomadas, os sonhos realizados, os lugares visitados, os ganhos, as perdas, os conselhos, as dicas e tudo mais, escreva como se estivesse conversando consigo mesmo.

É um exercício opcional, mas não deixa de ser interessante só porque faz quem quer, é um momento pra você parar um instante na sua vida e situar-se de tudo o que te aconteceu até aqui e o que você fará de novo ou continuará fazendo durante essa jornada, por fim, guarde ou faça o que quiser, e terás mais uma experiência sensacional daqui há mais 10, 15, 20 anos da sua vida.

Até mais :DD

do latim: emoção

Cada ser é um ser, apesar disso ser óbvio é necessário que haja uma reflexão, pode ser essas de bar mesmo ou essas de quando você está triste, feliz ou explodindo de algum sentimento. “Ser” já diz tudo, tudo o que fazemos nos caracteriza “ser”, existimos, pensamos, nos movemos. O que você é? Cada um é cada um, creio que diferentes tipos de emoções integram o indivíduo, emoção aquela em que você para, e sente que seu corpo está sendo dominado por algo na qual a razão não consegue controlar, como por exemplo o ato de chorar. Chorar é uma forma de expressar a emoção. A própria emoção é tão gratificante e bela que ela poderia até “ser um ser”, um ser confortante e invisível. Com o que você se emociona? Todos temos algo na vida, seja um sonho, uma vontade, ou uma qualquer coisa que queremos realizar antes de morrer, alguns dizem que o próprio sonho é banal, mas não é, sonhos quando realizados oferecem emoções, oferecem resultados em que você vai olhar e não vai acreditar porque a emoção te domina, existem emoções que possuem símbolos mundanos, como por exemplo o falecimento de um querido esposo, o símbolo para sua esposa e a lembrança de todas emoções que eles passaram juntos, tudo aquilo que foi construído será a aliança, a aliança que simboliza a união, aliança que pode ser desde as que compra-se nas lojas ou até tatuagens ou até mesmo o desenho de uma aliança feito de canetinha, porque não importa a forma, importa o que aquilo simboliza e o que faz lembrar todas as vezes das emoções. É engraçado falarmos de emoção né? Essa palavra as vezes é utilizada por utilizar como algumas pessoas utilizam a palavra cidadão, educação, sustentabilidade e etc, claro que são palavras que possuem conceitos, grandes teóricos por trás de tudo, mas a emoção é mais que um conceito, é uma sensação, ou melhor são várias sensações, são sensações que vão de ser para ser, o que é emocionante para mim pode não ser para você, é subjetivo, mas mesmo sendo subjetivo é ao mesmo tempo é um fator unificador da sociedade.  

Enroladinho de Salsicha – Modo: Easy

Adoooooro enroladinho de salsicha, e todas aqui também gostam, e além de tudo é muuuuito fácil de fazer é definitivamente modo easy de se fazer :DDD A seguir todas as etapas do processo e ingredientes, tenho certeza que você vai adorar!!

O rendimento é 20 enroladinhos se você cortar a salsicha ao meio, assim eles ficaram maiores, se cortar a salsicha em três partes eles ficaram menores, mas irão dar 30 enroladinhos.

Ingredientes:

– 1 pacote de 10g de fermento biológico OU 1 colher de sopa de fermento biológico seco de pão/pizza.

– 1 xícara de leite

– 4 e ½ xícaras de farinha de trigo

– ¼ xícara de óleo

– 1 colher de chá de sal

– 1 colher de sopa de açúcar

– 1 ovo para a massa

– 1 ovo batido para pincelar

– 10 salsichas (corte em ao meio cada uma)

Modo de preparo: 

Pré-aqueça o forno a 250 °C e coloque as salsichas para ferver em uma panela.

Em uma tigela misture o leite e o fermento bem de leve, apenas para misturar e não diluir o fermento, após isso coloque em uma outra tigela toda a farinha e faça um buraco no meio para em seguida colocar a mistura de leite e fermento, mais o óleo, o sal, o açúcar e o ovo, quando colocar tudo mexa muito bem até ficar homogêneo, tire da tigela e comece a amassar bastante em seguida sove a massa, a etapa de sovar dura em média 5 minutos para que a massa fique lisinha, homogênea e macia. Terminada essa fase divide a massa em dois pedaços iguais deixe descansar por 30 minutos com um pano por cima para que a massa cresça e descanse um pouco para ficar mais macia e leve.

Passados 30 minutos pegue um pedaço da massa e abra com auxílio de um rolo, se não tiver pode usar um copo que também faz a mesma função. Depois de aberta corte pedaços em triângulo, coloque a salsicha na base do triângulo e enrole (veja no gif abaixo a montagem do enroladinho) ou se preferir pegue pequenas quantidades de massa, abria na palma da mão e enrole a salsicha.

Coloque os enroladinhos em uma forma untada com óleo e farinha, passe com auxílio de um pincel ou papel toalha o ovo batido em cima dos enroladinhos. Deixe um espaço entre os enroladinhos para que não grudem, pois a massa irá crescer no forno.

O orégano pode ser colocado em toda massa ou por cima, fica de acordo com o seu gosto, caso não goste de orégano pode trocar por outro tempero ou deixar sem mesmo :)

Leve ao forno também a 250 °C por média de tempo de 20 minutos, ou até ficarem douradinhos, daí é só tirar e hummmmmm… comer!!

Sugestões: Enrole as salsichas em queijo mozarela e presunto e também se quiser coloque uma gota de catchup, mas não muito ok? Uma gota mesmo basta.

Se quiser congelar precisará assar também, esperar esfriar e colocar em sacos e fecha-los bem, pode ficar até 3 meses no congelador.

Gif do preparo:

gif enroladinho

É isso pessoal, até mais! :)))

Como fazer um quadro branco para anotações – DIY

Para os esquecidos, para os que gostam de desenhar, para os que se inspiram rabiscando coisas, enfim, para aqueles que querem ter um quadro branco sem gastar muita grana, pois bem, apresento-lhes a ideia de faça você mesmo um quadro branco tcharam!

Faz um tempinho que eu estava querendo fazer um, na verdade eu ia comprar, mas eu ia pagar R$20,00 por um tamanho de 1/4 do que eu mesma fiz, então descartei essa hipótese.

Usei 4 materiais, um “papelão” que não é um papelão, mas eu considero um papelão hahaha ele tem que ser do tamanho que você quiser o quadro branco, não tem segredo, você que escolhe, depois você precisa de folha sulfite e papel contact transparente para encapar o papelão OU trocá-los por papel contact branco, tanto o transparente quanto o branco sai numa faixa de R$7,00 o metro. Depois de você decidir qual utilizará, você vai encapar a parte da frente do papelão, a parte que será o seu quadro, se optar por sulfite e papel contact transparente cole primeiro as folhas sulfites com fita dupla-face (ou o que você tiver em casa que cole bem) e depois passe o contact por cima, caso escolha o contact branco apenas encape ele sem utilizar as folhas sulfite.

Depois de o quadro pronto o que falta é pendurar, eu pendurei ele com prego mesmo, taquei o martelo na parede rsrs depois para camuflar os pregos coloquei dois imãs de clipes em cada um e o quadro ficou parecido com um bloco de notas gigante, mas você não precisa ter imãs de clipes para colocar nos pregos e eles “sumirem”, óbvio que não, é provável quase 100% que você não tenha, mas inove, coloque sua imaginação pra fora da mente e voilà! Uma dica: use massinha :DD Se não quiser martelar compre aquelas fita banana que cola até 1,5Kg, que vai colar direitinho, pois esse quadro é muito leve.

Para escrever no seu quadro branco você precisa de canetão próprio para quadro branco ~não utilize outro~ e para limpar qualquer pano limpo, se o quadro ficar muito tempo escrito passe um pano com um pouco de álcool que ele fica limpinho.

A seguir fotos do quadro finalizado:

O meu quadro ficou com umas 8 divisões porque eu utilizei a folha sulfite e o contact transparente, mas se você utilizar o contact branco é provável que nem tenham essas divisões e tem um pedacinho do meu papelão faltando, mas eu não me importo é pra quebrar um galho mesmo e eu não ter que gastar meu tão suado dinheirinho hahahaha

Até a próxima, comentem, deixem sugestões, dicas e tudo mais!

Você passarinho?

Sou mais fã de Carlos Drummond, Manuel Bandeira e Mário de Andrade do que Mário Quintana, mas isso nunca foi pretexto pra não ir a fundo dos poemas, das histórias e da vida de outros escritores incluindo Mário Quintana, um DOS meus poemas favoritos dele e também tão conhecido é o “Poeminha do Contra”.

 

Poeminha do Contra

Todos esses que aí estão

Atravancando meu caminho,

Eles passarão…

Eu passarinho!

(Prosa e Verso, 1978)

Mário compôs o poema após não ser eleito pela terceira vez para entrar na Academia Brasileira de Letras, apesar de ser convidado a tentar uma quarta vez, Mário recusou, contudo sua característica sarcástica e humorística só aumentou, ficou mais aguçada, e em forma de crítica ele expressou todo ocorrido e suas conclusões em “Poeminha do Contra”, estabelecendo ali um certo tipo de ambiguidade, mas que pra quem conhecia e conhece sua genialidade entende muito bem o que Mário quis dizer. “Eles passarÃO”, esse “ão” tem o sentido de rapidez, de que irá passar com muita pressa e ao mesmo tempo está no plural, enquanto “Eu passarINHO” o “inho” remete a algo devagarinho, lento, que de fato irá demorar para passar, irá deixar a sua marca, ou seja, de Mário todos lembrarão, mas os outros, eles passarão tão rápido que suas presenças serão logo esquecidas, há desprezo contido nos versos para com aqueles que atravancam o seu caminho. A metáfora com a palavra passarinho também nos revela a beleza de si mesmo e a de um passarinho, além da liberdade e da possibilidade de voar do animal.

Sobre a sua recusa Mário disse: “Só atrapalha a criatividade. O camarada lá vive sob pressões para dar voto, discurso para celebridades. É pena que a casa fundada por Machado de Assis esteja hoje tão politizada. Só dá ministro”.

Animação em Homenagem a Mário Quintana produzida pelo Grupo de Estudos em Animação da FURG.

Então, e você? Também passarinho assim como Mário Passarinho Quintana?

Você conhece o REM? o.O

Você conhece o R.E.M.? Hã? O R.E.M.! Quem? Cara o R.E.M! Ah, sim! Conheço, é aquela banda sensa que canta Losing My Religion? Não, cara, então espera que eu vou te explicar o que é R.E.M, e sim, tem uma banda dos anos 80’ chamada REM, que por sinal é muito boa, taca no youtube e ouve, mas o REM que trataremos aqui é sobre uma fase do sono que denominamos…….isso aí: REM!

Pelo menos uma vez na vida nós já paramos para refletir o que acontece com o nosso cérebro/corpo enquanto dormimos, não é verdade? Bom comigo já, aliás já parei pra pensar várias vezes sobre, dúvidas de quando é que eu sonho, se é quando “dá na telha” do meu cérebro querer atuar ou se tinha um período exato, se quando dormimos tem fases, de isso é pra tal coisa, isso pra isso, afinal quando dormimos parece que é como quando comemos, uma fonte de energia é ligada em nosso corpo e nos enchemos de força, prontos pra mais um dia lotado de atividades, portando é mais ou menos isso que eu vou escrever aqui no post.

Durante o período que estamos dormindo ocorrem fases em nosso sono, são cinco, sendo que cada uma possui características fisiológicas específicas, quando as cinco ocorrem forma-se então um ciclo, cada ciclo tem aproximadamente 90 minutos e cada ciclo é repetido de quatro a cinco vezes por noite. Como dito acima REM ou Rapid Eye Movement (Movimento Rápido dos Olhos) é uma fase participa da divisão do sono em duas fases, a outra fase seria o NREM – Movimento Não Rápido dos Olhos – que corresponde a 75% do tempo em que você dorme, o NREM é divido em 5 fases, para alguns pesquisadores é descartada a “Vigília” como fase 0, mas pra eu não sentido tirá-la.

Vigília ou Estágio 0: Período em que você se deita, fecha os olhos e após 5 a 15 minutos entra no primeiro Estágio 1 do sono, ou seja, é nessa fase que ocorre a latência do sono, você irá suspender temporariamente as suas atividades motoras voluntárias, atividades essas que você faz quando está “de pé / acordado” e também as atividades perceptivo-sensoriais, contudo a real da palavra dormir acontece nesse estágio quando ele termina e começa o Estágio 1.

Estágio 1: Nesse estágio a melatonina é liberada, é a fase de sonolência mesmo que você já estará dormindo, nessa fase o indivíduo pode ser facilmente despertado.

Estágio 2:  Durante esse período ocorre a diminuição dos ritmos cardíacos e respiratórios, relaxam-se os músculos e a temperatura corporal cai, o sono ainda está leve, mas é bem mais difícil de despertar o indivíduo.

Estágio 3: Esse estágio está “meio” que ligado ao Estágio 4, pois são muito semelhantes, a única coisa que diferencia é que a profundidade do seu sono estará menor que a do próximo estágio.

Estágio 4: O seu sono estará muito, mas muito profundo. Começará a ser liberado cortisol, hormônio responsável pelo sono profundo e também pelas emoções.

Assim que acabam essas 4 fases que será o primeiro ciclo, o NREM, onde o descanso é profundo e sua atividade neural é bem baixa o seu corpo volta ao estágio 3, estágio 2 e entra na fase REM que é totalmente ao contrário do NREM, é fase onde ocorrem os sonhos, considerada a fase mais pesada, seu cérebro estará trabalhando intensamente como se você estivesse acordado por horas e os seus olhos estarão movendo-se rapidamente, na REM não acontece descanso profundo, mas é muito importante que ocorra para nossa recuperação emocional e bem-estar físico. O sono REM corresponde a 20-25% do seu tempo de sono total.

Você já acordou ou foi acordado do nada totalmente acesso, alerta, disposto e pronto pra partir para suas atividades motoras voluntárias e perceptivo-sensoriais? Se sim, certamente você estava na fase REM, sonhando, feliz, ou tendo um pesadelo, que medo, daí é melhor ser acordado mesmo e ir pra rotina.

Você acorda durante a noite? Bom, saiba que é comum acordar no final do período de REM, o tempo total de sono em REM ronda os 90 a 120 minutos por noite para adultos com 4 ou 5 períodos, caramba quantos sonhos!! Os bebês tem 80% do tempo total de seu sono apenas de REM, já uma pessoa de 70 anos possui até menos que 10% desse tempo de REM, ou seja, essa quantidade vai diminuindo com a idade.

Quando a fase REM termina, a fase NREM volta e esse ciclo se repete cerca de 5 vezes por noite, sendo que cada ciclo que passa, a fase NREM fica menor e a REM maior.

Para que você tenha uma boa noite de sono ou um bom período de sono é recomendado que a pessoa tenha horários regulares para dormir e despertar; Ficar na cama apenas no horário de dormir, nada de almoçar, fazer lição, assistir TV na cama; Ter um ambiente de dormir adequado: limpo, escuro, sem ruídos e confortável; Não consumir álcool ou café, determinados chás e refrigerantes próximo ao horário de dormir, pois você ficará ligado e influenciará nos estágios do sono; Não fazer uso de medicamentos para dormir sem orientação médica; Se tiver dormido pouco nas noites anteriores, evite dormir de dia; Jantar moderadamente em horário regular e adequado; Não levar problemas para a cama, tente dormir tranquilo; Fazer atividades relaxantes preparatórias para o sono.

Por fim quero expressar uma metáfora que ficou vagando aqui no meu cérebro, seria que o REM é como algo que nos permite sonhar aquilo que nós TEMOS que sonhar, fazendo ações dentro da mente, mas que não permite sairmos por aí dormindo atuando nosso sonho, fazendo movimentos, ao contrário disso acho que seria o sonambulismo, um distúrbio do sono/REM.

Até :DD

Música que inspira: Let It Be ♪♩

Desde o começo dessa semana a música que eu venho ouvindo e por diversas vezes é “Let It Be”, dos Beatles, não sei se é por conta do momento em que estou vivendo ou por conta da música ser contagiante oferecendo uma calmaria concomitantemente, mas eu sei que o significado dela é muito especial, assim como a letra, pelo menos para minha pessoa.

A letra foi escrita por Paul McCartney em 1969, tendo sua falecida mãe há mais de 10 anos, Mary McCartney como inspiração e também a época difícil na qual a banda estava passando, época que todos estavam se afastando gradualmente e Paul tentava fazer com que isso não ocorresse, sendo que quase um ano depois a banda se separou.

Sobre “Let It Be” Paul explica que seria o que sua mãe disse em um de seus sonhos, a frase nesse contexto tem um sentido aproximado de “Que assim seja”, Mary faleceu em 1956, vítima de câncer de mama, faleceu de embolismo após uma mastectomia no dia 31 de outubro, suas últimas palavras foram para sua cunhada: “Eu gostaria de ter visto os meninos que crescerem”. A última vez que esteve em sua casa, ela a limpou toda, deixou os uniformes dos filhos todos prontos para o dia seguinte e disse a sua cunhada: “Agora está tudo pronto para eles no caso de eu não voltar”.

Em sua autobiografia (Many Years From Now) escrita por Barry Miles (MILES, 1998, p20), Paul explica melhor sua canção: “Uma noite, durante aqueles tempos intensos, eu tive um sonho com minha mãe que tinha morrido há mais de 10 anos atrás. E foi tão bom vê-la porque isso é fantástico nos sonhos: Você fica unida a essa pessoa por segundos e parece que esteve presente fisicamente também. Foi ótimo para mim e ela parecia estar em paz no sonho dizendo “tudo ficará bem, não se preocupe, pois tudo se acertará”. Eu não me lembro se ela usou a palavra “Let it be”, mas era o sentido do seu conselho. Eu me senti muito abençoado por ter tido aquele sonho. E comecei a canção literalmente com a frase “Mother Mary”. A canção é baseada naquele sonho”.

Além de compor “Let It Be” para sua mãe, Paul deu o nome para sua filha de Mary, o seu irmão lançou LP com o título “Woman”, em 1972, com foto de Mary na capa, “Let It be” também é o nome do quinto filme feito pelos Beatles, considerado por muitos beatlemaníacos como o melhor filme da banda, quando ele saiu a banda já havia se separado e “Let It Be” também é o décimo terceiro e último álbum da banda, ufa! Mary é muito inspiradora!

Letra da música: Let It Be (Que assim seja)

When I find myself in times of trouble – Quando eu me encontro em momentos difíceis

Mother Mary comes to me – Mãe Maria vem para mim

Speaking words of wisdom, let it be – Falando palavras de sabedoria, que assim seja.

And in my hour of darkness – E nas minhas horas de escuridão

She is standing right in front of me – Ela está em pé bem na minha frente

Speaking words of wisdom, let it be – Falando palavras de sabedoria, que assim seja.

Let it be, let it be – Que assim seja, que assim seja

Let it be, let it be – Que assim seja, que assim seja

Whisper words of wisdom, let it be – Sussurrando palavras de sabedoria, que assim seja.

And when the broken hearted people – E quando todas as pessoas magoadas

Living in the world agree – Morando no mundo concordarem

There will be an answer, let it be – Haverá uma resposta, que assim seja.

For though they may be parted – Pois embora possam estar separados há

There is still a chance that they will see – Ainda uma chance que eles verão

There will be an answer, let it be – Haverá uma resposta, que assim seja.

And when the night is cloudy – E quando a noite está nublada

There is still a light that shines on me – Há ainda uma luz que brilha em mim

Shine on until tomorrow, let it be – Brilha até amanhã, que assim seja.

I wake up to the sound of music – Eu acordo ao som da música

Mother Mary comes to me – Mãe Maria vem para mim

There will be no sorrow – Não haverá tristeza, deixe estar.

Let it be, Let it be – Que assim seja, que assim seja

Let it be, Let it be – Eue assim seja, que assim seja

There will be no sorrow – Não haverá tristeza, que assim seja.

Let it be, let it be – Que assim seja, que assim seja

Let it be, yeah let it be – Que assim seja, sim, que assim seja

Whisper words of wisdom, let it be – Sussurrando palavras de sabedoria, que assim seja.

 

Até!

Sumir = Encontrar

Você já teve vontade de sumir? Isso, Sumir! Mas não porque você brigou com alguém, ou se menospreza tanto a ponto de só pensar em fugir, ou querer sumir e voltar quando as coisas estiverem “ajeitadas”, não, na real eu falo em sumir no sentido de se encontrar, sozinho, sem ninguém, de tentar chegar perto ao verdadeiro sentido e sensação de liberdade, de parar e “observar” o oxigênio entrando no seu corpo, enchendo seus pulmões e depois saindo em forma de carbono, observar essa e outras maneiras de estar vivo, de poder ter várias sensações, de sorrir, de chorar…de chorar, cair lágrimas do olhos, que fantástico, como pode sair água pelos olhos? A ciência explica, mas a emoção vê isso por outra perspectiva. Eu às vezes saio por aí andando, andando por andar, andar pensando, nos planos, na vida, onde estou, o que preciso mudar e tudo mais, talvez você tenha outra forma de sumir, mas não espalhe sua forma de sumir aos quatro ventos. Eu acredito que só nós mesmos podemos nos entender, só você sabe o que é melhor pra ti, só, por isso suma para o seu próprio bem, mas volte rs seja pra Terra, pra casa, pra vida, mas volte, não há nada melhor do que você sumir, se entender, voltar e colocar em prática tudo o que pensou, se você não voltar daí isso deve ter outro nome e reflexão na qual eu desconheço. Para alguns sumir é viajar, ou pegar o carro e sair dirigindo, ou até mesmo uma moto, sumir pode ser você entrar numa montanha russa, aquela que você tem mais medo, a que te desafia, que te faz desistir enquanto ela sobre, só que já é tarde demais, dali a pouco você estará girando dezenas de vezes de ponta cabeça a uma velocidade de 100, 150 Km/h. Sumir é adquirir experiências, sejam quais forem, não deixaram de serem experiências. Sumir não é ser doido, sumir é ser louco, tem diferença? Não, mas qual ser humano não tem um pouco de loucura na cabeça, não tem até aquele ditado que gerou o livro de Augusto Cury “De Gênio e Louco Todo Mundo Tem um Pouco”? Então.

dentro do sumir está o encontrar… encontrar a si mesmo.

Eu sumo, tu somes, ele some…            

Até.  

Método de anotações – Cornell Note

Fazer anotações seja na escola, no cursinho, em uma palestra, em um seminário, em um texto, em um vídeo e em várias outras coisas que você está adquirindo algum certo tipo de conhecimento é imprescindível, por que digo isso? Porque quando adquirimos alguma informação em forma de conhecimento essa mensagem vai para nosso cérebro, só que não para a “parte do cérebro que grava” o que você aprendeu e sim para a “parte do cérebro que armazena provisoriamente” o que você aprendeu. TUDO o que você adquire de conhecimento você precisa escrever, trazer para o mundo físico aquilo tudo que está na “parte do cérebro que armazena provisoriamente” para que as informações vá para “parte do cérebro que grava”, quando eu digo a expressão “parte do cérebro que grava” eu não quero dizer que você vai decorar, porque decorar não é aprender, para as informações irem para essa parte do cérebro, você precisa pensar e refletir sobre aquilo para poder entende-la por completo e não apenas decorar.

Você consegue compreender o que eu digo? Se sim ótimo, se não, darei o exemplo de um livro chamado “Aprendendo Inteligência” do autor Pierluigi Piazzi, esse livro foi minha amiga que me emprestou, fiquei muito feliz em lê-lo, pois tinham coisas que eu já sabia, outras que melhoraram o meu conhecimento em algo e muitas outras que eu desconhecia, e do que esse livro fala? De como estudar, como aproveitar o seu tempo para usar mais da capacidade do seu cérebro para compreender as coisas, dentro dele tem o que eu acabei de falar no começo desse post, só que ele usa palavras diferentes das minhas, ele usa um ditado: “Se eu escuto… esqueço! Se eu vejo… entendo! Se eu faço… aprendo!”, e é isso, esse fazer é o escrever, se você escreve, anota, é como se você estivesse explicando para o papel aquilo que você entendeu quando viu aquilo que te transmitia conhecimento, que pode ser uma aula, um texto, um vídeo, ou seja, em “n” lugares e coisas.

Essa parte do livro acaba aqui rsrs o foco desse post é também outro, faz um tempo que eu conheci, navegando pela interwebs um método chamado “Método Cornell” ou “Cornell Note” como preferir, esse é um método de anotações inventado em 1950, por Walter Pauk, um professor da Universidade Cornell, ele o descreveu em seu livro ‘Study in College’ (Como estudar na faculdade), a vantagem desse método é facilitar a identificação rápida do conteúdo adquirido em algum meio e que depois você precisará voltar no conteúdo para estudar e gravar na “parte do cérebro que grava” lembre-se gravar = entender / gravar ≠ decorar, ou seja, ele facilita a revisão de conteúdo para uma melhor compreensão, além de você economizar tempo, pois não precisará ficar quebrando a cabeça para tentar entender o que escreveu e os garranchos feitos apressadamente e fora de ordem.

Pra você fazer esse método de anotação você divide a folha do seu caderno ou uma folha separada, e divide em 3 partes, uma para os tópicos, outra para anotações e outra para o sumário, na imagem a baixo explica direitinho como divide, quais são as partes e o que você irá escrever em cada:

folha

Exemplo do site Vestibular no Pará:

mc

Eu não vejo defeito e contraindicação em relação a esse método, você só precisa ter o mínimo de disciplina que a adaptação a ele será quase que natural, e quando você já tiver usando ele por um bom tempo você vai se perguntar: “Porque eu não o conhecia antes?”.

Até mais e lembre-se “penso, logo escrevo” :DD

O Latim não está morto!

Atualmente o Latim vem sendo esquecido pela sociedade em geral e é pouco valorizado, sendo que eu acho que deveria ser ao contrário, a língua latina é a língua materna para muitas que falamos, temos e ouvimos aqui no Ocidente, 80% das palavras no idioma português tanto em Portugal, em países africanos quanto no Brasil são de procedência Latina assim como quase 60% na língua inglesa formal, ou seja, é muita coisa, e se quisermos saber a origem ou o real sentido de uma palavra, pegar sua raiz e analisá-la, pode ser que ela seja oriunda do Latim e você poderá utilizá-lo para chegar a resposta de tal dúvida que você caso tenha, aliás a palavra caso é muito usada no aprendizado da língua, eu faço Latim e geralmente o professor fala: “Qual é o caso que tal palavra está?”, ou seja, o que ele pergunta é qual a função sintática que aquela palavra tem na oração/frase. Por conta do latim ser muito regrado, são raras as exceções, mas ele é fácil, acredite, nosso português é mil vezes mais difícil, como por exemplo a ordem das palavras em uma frase: “Maria fez um bolo de chocolate”, caso fosse em latim nós poderíamos colocar “bolo um Maria chocolate de fez” – claro que em latim muda, como a palavra “de” não existe, mas é só um exemplo – a ordem não importa, importa as terminações das palavras, ah! e o verbo pode colocar ao final, por uma regra de estética, mas se não quiser também não é obrigado, viu como o Latim é mais simples? No nosso português as frases e orações devem ser colocadas corretamente primeiro sujeito, verbo, predicativo, para que o leitor/ouvinte tenha uma melhor compreensão e tudo mais, porém quando estudamos o Latim ele nos leva a pensar organizando a ideia da oração e assim cria-se um método, logo mais isso vai influenciar em outras coisas que você vai estudar, pois organizará as ideias, montará em sua mente e compreenderá mais facilmente, além da lógica, esse é o método que o Latim nos proporciona.

Vamos analisar o mapa abaixo:

png

Todas essas línguas são oriundas do Latim, e vejam que não são poucas, como podemos ver no mapa mental o latim pertence à família indo-europeia, dentro dessa família o latim está inserido no subgrupo itálico.

Uma curiosidade do inglês, o AM e o PM, usados para indicar as horas também são oriundos do latim e os dois seguem a mesma ideia, tanto em um quanto em outro, pois em latim AM significa ante meridiem (antes do meio-dia) e PM significa post meridiem (após o meio-dia).

O alfabeto latino no período clássico possuía 21 letras, após o Renascimento recebeu mais 2 o J e o U, ou seja, as que temos em nosso alfabeto e sentimos falta ao ver o alfabeto latino do período clássico.

São elas seguidas pelos seus fonemas (sons):

A: sempre aberta, como em português, (Ah).

B: como em português

C: como em “casa”, “cor”, “curdo”.

D: como em português.

E: quando breve, aberta, quando longa, fechada.

F: como em português.

G: como em “gato”, “gosto”, “guri”.

H: aspirado, com um pequeno som de “rr”, mas não tão forte, minhas professora diz que quem falava muito forte os “rr” eram pessoas que ficaram ricas e se gabavam para as outras mais pobres, o som é como no inglês “home”, ou simplesmente não pronunciado.

I: como em português.

K: possui o mesmo valor fonético de C; encontrada apenas em inscrições do período arcaico, abreviaturas e palavras de origem grega.

L: no início de sílaba ou palavra, como em português; ao final de sílaba ou palavra, pronunciada como o l final do português de Portugal.

M: som nasal como em português, inclusive quando em posição final; alguns gramáticos sugerem que, quando em posição final, nasaliza a vogal precedente, enquanto que outros dizem que a vogal não é nasalizada.

N: som nasal.

O: quando breve, aberta, quando longa, fechada.

P: como em português.

Q: aparece apenas no dígrafo qu, soando sempre como em “quatro”.

R: som ER, como em caro e Cícero (em latim: QUIQUERO).

S: som como no português “discurso”, “poça”, “massa”.

T: TE, como em “tempo”.

V (u): como o u vocálico, igual em português.

X: soa sempre ks, como em “anexar”.

Y: YPSILLON, como o u francês ou o ü/ue alemão, a letra é grega e não latina (este som não existe em latim), mas empregou-se para empréstimos do grego.

Z: ZETA, aproximadamente “ts”, também para empréstimos do grego.

 

Sons oriundos de palavras gregas:

OE: pronuncia-se “oi”.

CH: oclusiva velar surda aspirada, mas a pronuncia pode ser aproximada ao k do português usado para grafar o c (chi).

PH: oclusiva bilabial surda aspirada, mas a pronuncia pode ser aproximada ao “f” português usado para grafar f (phi).

PS: tal como no português, ex: psicólogo; usado para grafar o y (psi).

TH: oclusiva dental surda aspirada, mas pode-se pronunciar como o th inglês, como em “three”, usado para grafar o q (theta).

 

Ditongos latinos:

AE: pronuncia-se “ai”.

AV (au): como em português.

EV (eu): como em português.

VI (ui): como em português.

 

O Latim não morreu e você pode o deixar mais vivo do que é, basta estudá-lo e aprofundá-lo. 

Ideia: Quadrinho do Mário World

Desde que pintei meu quarto (nosso QG aqui rs) uma das paredes ficou destinada para desenhos que quando eu tivesse vontade de fazer, eu pego as tintas de parede ~devidamente guardadas~ e faço, como eu não sou uma profissional e sim muito arteira, no sentido de aprontar mesmo, tudo fica bem legal, porém muito trabalhoso, pois como eu disse não sou profissional, e saem sim imperfeições, ontem, durante aquele sábado inspirador (ontem foi sábado) fui até o centro da minha cidade comprar aquelas telas de tecido, comprei pequenas mesmo, e não aquelas enormes, comprei uma de 18×24 (R$ 3,90), uma de 16×16 (R$ 4,50), uma de 16×22 (R$ 3,50) e três de 9×12 (R$ 1,99), as tintas eu já tinha em casa e usei tintas plásticas (p.v.a) para artesanato.  

Para fazer o Mário eu usei o quadrinho de 18×24, peguei o molde dele em pixels e comecei a demarcar na tela com um lápis, pois caso cometa algum erro eu poderia apagar com a borracha, depois de ter feito o quadradinhos, que são os pixels, eu o colori de acordo com o molde que vai estar aí em baixo, as cores que utilizei são bem visíveis no molde mesmo, o preto, branco, 2 tons de vermelho, 3 tons de marrom, 3 tons de azul, 2 tons de “rosa” que se aproximam com a cor de pele do Mário e o amarelo para um quadradinho apenas.

Quando terminei esperei secar de ontem pra hoje e pendurei na minha parede renovando a arte dela.

Confira algumas fotos do processo e o resultado:

it’s me Mário.

Música que inspira: Because I’m Happy ♪♫

Esse sábado está tão ALEGRE, tão VIVO, que nos pede uma música, uma homenagem, uma cantoria rs e são várias músicas pra ele que vem na minha cabeça, mas tem uma especial para o dia de hoje, quando ouço Happy de Pharrell Williams, dá um gás maior ainda para esse dia que irei somar nessa jornada que chamamos de vida, inclusive Journey também é uma banda onde tem muitas músicas autoestima, vale escutar algumas músicas e depois todos os álbuns e se tornar fã.

Pharrel na música Happy simplesmente diz que é feliz, não é isso que somos OU queremos ser um dia? Felizes! eu pelo menos quero e tenho sim meus momentos felizes, no refrão da música ele pede: Bata palmas junto…se você se sentir como um quarto sem teto… se você se sentir como a felicidade é a verdade… se você sabe o que é felicidade para você… se você se sentir como é isso que você quer fazer. Confira o clipe:

Viva o sábado e BATA PALMAS!!

Listography

Tá certo que redes sociais hoje estão super em alta, sempre esteve desde o começo desse século, e acredito que elas sempre existirão, algumas delas fazem muito mal quando utilizadas em demasia, mas irei mentir se dizer que elas não possuem muitos pontos positivos, uma delas que eu uso é a listography, uma rede social pra você fazer listas e compartilhar na interwebs, peguei alguns exemplos pra vocês verem:

Você pode fazer listas sobre você, seus gostos, suas bandas preferidas, filmes assistidos, preferidos, em cartaz, pra assistir, músicas, jogos, livros, wishlists, humoristas favoritos, vídeos/canais do youtube legais, coisas boas de se fazer nas estações do ano, use a criatividade e divirta-se criando listas.

Você que sabe e pode ter bastante ideias explorando a rede no botão “explore” no seu menu :)

Vale a pena participar da rede, é muito legal, e eu estou nela faz um pouco mais de um ano, apesar de ter feito apenas 7 listas, mas listas nas quais eu gostei muito de ter feito :DD

Link da rede: http://listography.com

Até mais!

Estudando sozinho – Roteiro de estudos

Pra você que vai prestar vestibular, um concurso ou estudar um idioma em casa, uma coisa necessária é um roteiro de estudos, precisamos organizar por parte o que cai e todas as matérias, tudo nos mínimos detalhes e depois partir para procurar os conteúdos a serem estudos, como por exemplo: Matemática, mas só isso não é suficiente saber, a matemática é muuuito ampla, então temos que pesquisar melhor, e achar mais informações, vamos usar o exemplo de um  concurso que você caso irá prestar, você precisa ler o edital, pois lá estará tudo o que irá conter na prova, daí você vê que cairá trigonometria, agora sim está ficando mais simplificado e sua visão ao mesmo tempo fica mais ampla, pois você antes só sabia que ia cair matemática, mas agora sabe que cairá também trigonometria, ao pesquisar sobre o que é essa matéria achamos ela fechadinha, ou seja, TUDO sobre o que faz parte dela, que seria: Círculo Trigonométrico (Seno, Cosseno, Tangente), Teorema de Pitágoras, Aplicações da trigonometria, Identidades Trigonométricas (Fórmula fundamental da trigonometria e seus corolários, Identidades de soma e subtração, Fórmulas da duplicação do ângulo, Fórmulas da divisão do ângulo em dois, Identidades triangulares, Lei dos senos, Lei dos cossenos, Lei das tangentes), pronto! Está aí tudo que você precisa saber de trigonometria, a partir daí coloque tudo isso no seu roteiro, procure pelos conteúdos e estude, além de fazer exercícios sobre, é bom separar cada assunto por dia, para poder ir crescendo nos estudos gradativamente e cada vez mais ter mais facilidade com o assunto, como por exemplo com português:

Segunda: Distinção entre textos literários e não literários; Sinônimos e antônimos; Sentido próprio e figurado das palavras.

Terça: Pontuação.

Quarta: Classes de palavras (substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção).

Quinta: Concordância verbal e nominal.

Sexta: Regência verbal e nominal.

Segunda: Colocação pronominal e Crase.

Terça: …

Quarta: …

E assim por diante, só você pode organizar suas matérias de acordo com sua meta, se é pra vestibular, concurso, prova de proficiência em algum idioma, entre outras.

Pra aqueles que querem estudar inglês em casa, o English Experts preparou um roteiro de estudos:

  • Verbo To Be.
  • Verbos Irregulares.
  • Tempos verbais:

– Simple Present

– Present Continuous

– Simple Past

– Past Continuous

– Going To Future

– Simple Future

– Future Continuous

– Habitual Past

– Present Perfect

– Past Perfect

– Past Participle

– Present Perfect Continuous

– Past Perfect Continuous

  • Artigos
  • Substantivos
  • Pronomes
  • Adjetivos
  • Advérbios
  • Preposições
  • Contrações
  • Relative Clauses
  • Modal Verbs
  • Phrasal Verbs
  • Collocation
  • Idioms
  • Voz Passiva
  • Reported Speech
  • Conditional
  • Pontuação em inglês
  • Números em inglês
  • Vocabulários mais importantes (frases importantes; frases específicas para alguma profissão e etc.)

Lembre-se de utilizar a internet como sua aliada nos estudos, afinal, há muitos conteúdos bons e de credibilidade nela e não apenas as redes sociais que roubam boa parte do tempo dos brasileiros e que quando excessiva pode causar muitos problemas, então utilize a internet pro seu bem e desapegue das redes sociais, você verá o quanto é bom futuramente, pode ter certeza ;)

 

Construa sua casa assim como o Lamar que gastou $2.000

Para as pessoas solteirxs que sonham em ter uma casinha, um cantinho aconchegante pra morar, seja por moradia ou como casa de praia, de campo e além do mais, que não querem gastar muito dinheiro, saibam que esse era o caso do Lamar Alexander um escritor dos Estados Unidos, e o que ele fez? Fez sua própria casa, que por sinal é sustentável, construída com materiais baratos e/ou reaproveitados, Lamar chama sua casa de cabana, ou melhor de “cabana simples com sistemas auto-suficientes”, mas não deixa de ser uma casa, ou um loft como quiseres chamar, ele é completo e confortável e muito bem planejado e equipado por sinal, ou seja, é incrível.

Lamar mora em Utah (EUA) e gastou 2.000 dólares (aprox. R$ 5.000) para fazer apenas a casa que possui 14m x 14m, tem dois andares com sala de jantar e estar, cozinha, banheiro, escritório (o home office), e ainda pode abrigar até 6 pessoas (vai que você decide casar rs)

Esse sistemas auto-suficiente que ele diz e que tem na casa e em prol da sustentabilidade, são:

  • Sistema de energia solar.
  • Gerador eólico (para as necessidades energéticas assim como a energia solar).
  • Coletores que captam e armazenam água da chuva e cinza (utilizada no jardim e no vaso sanitário).
  • Sistema de compostagem solar (para o vaso sanitário também).
  • Gás propano (aquecimento do forno e do chuveiro).
  • Poço de água no quintal (feito por ele mesmo).

Quer saber direitinho COMO construir essa casa, desde o chão até os sistemas auto-suficientes? Então adquira o próprio E-book do Lamar, onde ele explica tudo sobre a casa, planos para adições, listas de materiais, como fazer a energia solar, o poço, os 2 andares, as paredes, ou seja, tudo mesmo em passo-a-passo, e a projeção dessa casa é para uso durante todo o ano e não só para alguns períodos do anos.

Link para o site do Lamar Alexander: http://www.simplesolarhomesteading.com/

Link para adquirir o e-book dele: http://www.simplesolarhomesteading.com/offthegridebookorder.htm O livro vem por e-mail e é 7 dólares, para pagar deve-se ou ter conta no paypal, ou mandar um e-mail pra ele lamar5292@yahoo.com e depois ele te explica como pagar que será por correios, mas quem é do Brasil é MUITO melhor pelo paypal e mais barato, pra abrir conta no paypal tem que ter um cartão de crédito internacional.

Esse é o vídeo que ele fez da casa dele, no vídeo mostra o exterior da casa, e no canal dele um monte de vídeos sobre como fazer uma casa sustentável, vale a pena se inscrever e assistir:

Minha dica pra quem está pensando em construir a casa, é que você construa essa casa nos fundos de um terreno, que por sinal acho que o próprio terreno que sairá mais caro que a casa em si, mas se você já tiver um é ótimo, e o resto do espaço plantar flores, frutas, ter uma horta, se possível uma árvore, tudo natural, e em relação a segurança, você pode fazer métodos fáceis de manter seu terreno e sua casa segura sem também gastar muito dinheiro, um projeto completo desse (casa + terreno) sairia aproximadamente uns 20 mil, ou nem isso, já estou pensando até fazer a minha casa própria :DD

Fotos da casa:

 

Até mais!

Internet: sua eterna aliada quando se trata de estudar.

Atualmente viver online vem sendo mais do que necessário para muitas pessoas, há diversos artigos, trabalhos, pesquisas e tudo mais que falam das doenças que um computador pode causar, tanto psicológicas quanto físicas, mas o PC tem sim suas vantagens, que por sinais são MUITAS e muito mais do que desvantagens, é o que eu acho, um desses proveitos que podemos tirar da vida conectada a interwebs é o fato que se adquirir conhecimentos através dela, e hoje, nesse post, é como você aprender um idioma, que no caso é o inglês, com a internet.

– Duolingo: site onde se aprende inglês do básico ao avançado, possui vários recursos, além de ter suporte para smartphones e tablets, é um excelente site, eu me adaptei muito rápido a ele e conseguimos ver nosso progresso a cada módulo.

– Busuu: site onde há vários idiomas para aprender, desde o inglês até o turco, vale a pena se inscrever e começar o curso, há chat também para conversar com nativos de países do qual você estuda o idioma, e o site também tem apps para smartphones e tablets.

– MEO (My English Online): Curso do MEC baseado na ferramenta para ensino de idiomas MyELT, que oferece aos usuários um pacote completo de atividades interativas para estudar inglês em qualquer horário e em qualquer lugar, pra poder fazer você precisa ter tirao no mínimo 600 pontos no ENEM ou fazer alguma universidade pública, quando sua inscrição for aceita pelo MEO você terá acesso a livros interativos, leituras graduadas (National Geographic), exercícios de gramática (com correção imediata), dicionários, atividades para prática oral e testes de acompanhamento, além dos materiais podem ser impressos para prática posterior, sem necessidade de consulta ao computador. O curso é dividido em cinco níveis de aprendizado. Cada nível contém três partes abrangendo atividades com e-Book, vídeo, gramática e leituras. Ao final de cada parte, o usuário deverá fazer um Teste de Progresso como preparação para a Prova Final do nível.

– Ling: é um site também para aprender várias línguas, como inglês, espanhol, francês, eu particularmente acho um site muito legal.

– BBC Learning English: Um site completo, pra estudar a fundo o inglês, tendo também outras línguas no final do site os links, mas é muito bom, há vídeos, professores online, podcasts, downloads disponíveis no site, exercícios, notícias, tudo para o aprendizado da língua e sim a BBC Learning English é da BBC a tão famosa emissora pública de rádio e televisão do Reino Unido conhecida mundialmente, ou seja, tem ou não tem credibilidade? Claro né?!

Bom galera são esses sites muito legais, que tem o “curso fechado”, ou seja, com roteiro para estudos, é claro que há váááários outros, e outros que são sites com posts e não necessariamente um curso, mas esses aqui colocados são os que eu vejo sim que dão certo, que são bons e que aprendemos muito com eles, eu utilizo todos.

Lembrando que para ter um bom resultado você precisa estudar, não é o site ou uma escola de inglês que vai colocar uma máquina na sua cabeça com os conteúdos e você vai sair falando tudo quanto é idioma ok!?

Bônus: 101 Links para aprender um idioma de graça, do Canal do Ensino http://canaldoensino.com.br/blog/101-links-para-aprender-um-idioma-de-graca

Até mais :DDD

Do you know which countries that have English as a first language?

Primeiro post da categoria Idiomas (English), “Você sabe quais países que possuem o inglês como primeira língua?”, iniciaremos com uma “curiosidade” para nos inserir na tão interessante língua.

Aproximadamente 375 milhões de pessoas no mundo falam inglês como sua primeira língua, estima-se que seja a terceira maior língua em número de falantes nativos, depois do chinês (mandarim) e do espanhol.

Os países que possuem falantes nativos de Inglês e respectivamente o número deles de acordo com o censo de 2006, são principalmente:

1. Estados Unidos (215 milhões)

2. Reino Unido (61 milhões)

3. Canadá (18,2 milhões)

4. Austrália (15,5 milhões)

5. Nigéria (4 milhões)

6. Irlanda (3,8 milhões)

7. África do Sul (3,7 milhões)

8. Nova Zelândia (3,6 milhões)

Lembrando que esses são os principais países, há também vários outros que a língua nativa não é o inglês, porém foi oficializada pelo país.

Bye, see you!

Amor recíproco (amigos)

Eu às vezes penso que nossa vida não passa de um filme sendo reproduzido numa sala de cinema da cidade que a gente mais curte, portanto se é um filme, tem roteiro, tem ações, tem sentimentos, tem sonhos e claro tem pessoas, pelo menos o meu tem, eu não sei muito bem o roteiro da minha vida, porque eu só sei até agora e não o que acontecerá amanhã e depois e depois e depois, e acredito que Deus – ou  outro nome que você queira dar – não dá spoiler, ele apenas escreve o teu roteiro e dá para os atores que no caso são você e as pessoas que você tem um mega contato ou uma relação mínima de coleguismo ou “conhecidismo” (palavra nova, adoro criar palavras novas), então na minha humilde vidinha vivida até aqui, creio que a coisa mais importante num filme, são as personagens, na vida concomitantemente são as pessoas, mas que tipo de pessoas? Aquelas que nós temos como colegas ou aquelas que ficam no nosso coração pra nunca sair mais. Horas, não seja idiota vai! É claro que são aquelas pessoas que estão costuradas dentro do seu coração e que nem com uma tesoura de titânio sairão dali. Mas quem são essas pessoas mais que importantes que ficaram por uma vida (ou por muitas vidas) dentro da sua memória, dentro do seu amor, dentro da sua felicidade? Nossa família e nossos amigos.

Muitas pessoas tem o costume de falar que não se confia em amigo, só na família (pai, mãe, irmão, irmã, vó, vô e olhe lá) e que amigo não é família, mas como amigo não é família? Claro que é, se é da família eu confio, eu confio. Tá certo que alguns amigos se assemelham a serem seus irmãos, seus tios, seus avós e até mesmo seus pais, mas dentro da família tem sim um lugar que tá fixado a posição dessa pessoa que estava no roteiro desde o momento que você o recebeu para começar as cenas do seu filme, às vezes paramos e pensamos: “nossa eu tive sorte de ter conhecido essas pessoas na minha vida naquele momento”, mas não foi sorte, foi Deus, e quando eu digo que foi Deus não é porque é uma causa clichê que geralmente as pessoas usam “ah foi Deus que colocou você na minha vida” nem por demagogia e nem pra agradar religiosos catedráticos (existe isso produção?). É muito mais que isso, porque se não fosse, como explicar esse sentimento tão enorme que sentimos por vocês? Amigos, amigas!

Estar distante geograficamente, mas não estar longe sentimentalmente, mesmo que isso seja sentido apenas por uma pessoa, mas ainda continua sendo amizade, sendo amor, sendo oxigênio dos bons para o meu, o nosso, o seu pulmão.

Sempre vai ter um amigo, um sequer preocupado, e mesmo que ele não ligue (call me) ele liga no coração, no cérebro, na alma, ele lembra de todos os momentos que vocês estiveram juntos, mesmo se vocês acabaram de se ver ou de se falar faz cinco minutos, ou 1 mês, 1 ano, 10 anos, é pra sempre, o rosto é pra sempre, as palavras são pra sempre, os abraços são pra sempre, tudo é pra sempre, não importa onde seus amigos estejam.

É louco eu estar escrevendo isso, essa hora da arte, nesse calor imenso (34 °C aqui), meu ventilador tá quase explodindo, quase uma semana ligado, mas por dentro de mim, minha cabeça martela, meu coração se prepara, a adrenalina começa a ser liberada e a vontade de expressar meus sentimentos é maior que tudo, maior que esse calor, que minha vida, maior que minha existência.

Só desejo que no final do roteiro esteja escrito, e foram todos felizes para sempre de acordo com o que achavam que era felicidade para si mesmo.

E foram felizes para sempre.

Copo derramado – como fazer :D

Gosta de experiências? Gosta de ir mãos à obra? Gosta de inventar? Gosta de ter objetos feitos por você mesmo? Então vem com a gente, que nós também gostamos de tudo isso!

Pregar peças nos amigos ou ter objetos legais em casa, principalmente no nosso quarto é super legal, pois hoje, o que vamos fazer é um copo “pegadinha”, essa inspiração na tarde de hoje (que está muuuuuito quente, 32 °C para sermos mais exatos) veio do canal de vídeos do Youtube, chamado Manual do Mundo do Iberê Tenório, um cara incrível, acessem o canal dele aqui e se deliciem com vídeos muito bacanas, com muitas informações, experiências, boa edição e tudo mais.

O vídeo inspirador de hoje é o vídeo “Apavore os amigos na pegadinha do copo derramado”, também fizemos o copo conforme o vídeo, ficou sensacional, a seguir vai o vídeo do Manual do Mundo e depois o resultado da nossa experiência feita em nosso QG.

Usamos corante vermelho em nosso copo e fizemos com uma pequena taça :DD

Até mais!!

Cupcake de Chocolate de Micro-ondas ”)

Lá vão os ingredientes:

  • ½ xícara (ou 60 g) de farinha de trigo.
  • ½ xícara (ou 180 g) de açúcar.
  • 1 colher (chá) fermento em pó.
  • ½ xícara (ou 45 g) de chocolate em pó (pode ser achocolatado :D).
  • ⅓ xícara (ou 80 ml) de leite.
  • ⅓ xícara (ou 80 ml) de óleo.
  • 1 ovo.
  • Forminhas de silicone ou forminhas de papel próprias para a temperatura alta.

Mãos na massa:

Em um recipiente coloque a farinha de trigo, o açúcar e o chocolate em pó, misture, após isso acrescente o ovo, o leite e o óleo, misture bem, elimine qualquer pelota, por último coloque o fermento e misture levemente para a massa ficar suave.
Por fim coloque a massa um pouquinho acima da metade das forminhas para não transbordar, depois coloque-as em um prato (quantas caberem no prato) para facilitar ao colocá-las e tirá-las do micro-ondas, onde elas ficaram pelo período de 2 minutos na potência atual do seu micro, quando o micro-ondas apitar tire o prato com auxílio de um pano ou uma luva, pois ele estará bem quente.

Opção: pode colocar as forminhas no forno, daí o tempo que ficará nele e a temperatura serão relativos, porque dependerá do seu forno, então é bom que você fique de olho, geralmente no forno demora de 20 a 45 minutos.

Cobertura:

Para a cobertura utilizamos leite condensado e chocolate em pó para fazer um brigadeiro e cobri-lo.
Usamos Nutella também para fazer uma pequena camada por cima, mas você pode fazer da maneira que quiser, você que não tem Nutella por ser caro ou porque não há na sua cidade, aprenda a fazer um potão com o Canal do Youtube de culinária, Ana Maria Brogui, tenho certeza que irá adorar —-> http://www.youtube.com/watch?v=C2tM0tl8oaI ;))

Por fim polvilhamos chocolate granulado em cima dos cupcakes.

Gif do preparo dos cupcakes que fiz, desde os ingredientes até os cupcakes finalizados :DDD

gif cupcake ;)

Primeiro post #1

Olá moçada! (de qualquer idade)

Acredito que queiram saber do que se trata esse blog não? Pois bem iniciarei com a seguinte questão:

Por que Ecleticidade Instantânea?

Bom o termo “ecleticidade” é um termo criado com um intuito de se referir a algo eclético que de acordo com nossa bio e referenciando a Wikipédia ~querida e que para muitos é de confiança~ Ecleticismo é simplesmente liberdade de escolha sobre algo que lhe agrada ou se julga melhor, sem que haja pegação há uma determinada marca ou estilo, já Instantânea, dizemos que algo instantâneo é algo que acontece em um instante, que se produz subitamente, repentinamente, portanto juntamos os “significados” temos que os assuntos aqui serão sobre o que quisermos de acordo com a liberdade que temos sobre assuntos que subitamente temos vontade de escrever.

E o que iremos escrever?

Digamos que tudo, tudo, tudo que der vontade, que quisermos expor, escreveremos sobre música, internet, virais, vídeos, notícias, filmes, livros, DIY, estudos, línguas, dicas, cultura, eventos, viagens, passeios, games, tecnologia, culinária, TV e tudo mais que quisermos, ok? :)))

Não estou aqui pra dizer quem sou eu na vida real e sim mostrar meu texto, minha letra, meus gostos (mesmo que sejam instantâneos), meus diálogos entre tantas outras coisas.

Esperamos que gostem, que se sintam a vontade e que qualquer coisa, seja pra dicas, correção, críticas (de preferência construtivas HAHAHA) contate-nos.

Até logo mais!