Destrua este diário #livro

Um livro de nome “Destrua este diário” remete a várias deduções, como achar que o livro contém um enredo sobre um diário que continham coisas que precisavam ser destruídas, ou sobre um diário de um adolescente que escreve sua vida nele e ele acaba parando em mãos erradas e tudo o que ele quer e precisa é destruir o diário, ou o título significa para destruirmos… MESMO hahahaha e olha que a terceira dedução é a certa, pois todas as folhas do diário tem uma instrução que tem por objetivo devastar o livro, mas qual o propósito disso? A autora Keri Smith se justifica dizendo que “pequenos atos de rebeldia no dia a dia podem transformar a sua vida”, ao mesmo tempo que você destrói o livro você cria, você aflora sua criatividade, você muda, “criar é esculhambar”, no primeiro momento algumas pessoas podem achar besta e sem significado nenhum, mas não isso o que realmente acontece.

Para fãs de livros no papel impresso destruir um livro seria tortura demais, mas estes quando descobrem o propósito do livro e as suas instruções se entregam à autora e se divertem fazendo algo que nunca pensariam que fariam, digo isso porque já vi muitas pessoas tendo essa reação e comentando. Eu também sou fã de livros, não todos impressos porque eu leio parte deles no Kindle e confesso que grifo os impressos, mas mesmo assim destruir um livro da maneira que ele nos propõe chega sim no princípio ser uma tortura, eu até achava que eu não tinha essas frescuras de “nossa, você grifa o seu livro”, ainda não tenho, mas de mastigá-lo, arrebentá-lo e literalmente destruí-lo chega a ser um tormento, mas estou aos poucos perdendo isso e estou me divertindo cada vez mais.

No final dos agradecimentos a autora brinca: “Dedicado a perfeccionistas do mundo inteiro” uma brincadeira para aqueles que terão que quebrar uma barreira para começar a destruir tudo, o que pode ser uma tarefa árdua, mas também instigante.

Obs.: Quando terminar o meu diário, posterei aqui algumas de minhas páginas (:

Até mais pessoal :D

Anúncios

#CCXP LOL

Muitos nerds e apaixonados por cultura pop estavam esperando notícias dos ingressos para a Comic Con Experience que será realizada aqui no BR no mês de dezembro deste mesmo ano, esse evento será realizado nos moldes da Comic-Con San Diego que acontece na Califórnia (EUA) anualmente, esse ano será a nossa primeira e ela vem sendo organizada há 2 anos pelos fundadores do site também de cultura pop, Omelete, recentemente tive a oportunidade de assistir uma palestra sobre a Comic aqui no BR onde o Otávio Juliato, um dos organizadores do evento e parte do Omelete, disse que sim, que os ingressos seriam anunciados esse mês, tanto o dia de vendas e o preço, bom, é o que aconteceu, ontem teve o anúncio deles, foi no facebook, na fan page do Evento que foi anunciado tudo, além de dias atrás ser confirmado o guitarrista do Metallica, Kirk Hammett, onde ele lançará seu livro “Too Much Horror Business: The Kirk Hammett Collection”, além de falar sobre suas ~nerdices terrorentas~, a Disney confirmou também, e terá um stand oficial, ou seja, tem tudo pra ser um evento master, todos os dias terão anúncios, novidades, começou por ontem com os ingressos, hoje terá mais um, mas não saiu ainda, mesmo assim, acompanhem a página deles, além da página do Omelete.

O que terá na Comic Con Experience: TV, cinema, quadrinhos, games, animes, RPG, memorabília, colecionáveis, action figures, ou seja tudo do universo nerd/geek e de cultura pop, terão artistas, atores e criadores nacionais e estrangeiros, exibição de materiais inéditos, lançamentos, exposições e concurso de cosplay.

Estou apostando nessa Comic e acredito que vai ser incrível e sensacional.

Informações dos ingressos através da página da CCXP:

– A abertura para vendas do 1º lote da Comic Con Experience será na próxima segunda, dia 02/06, às 12h (horário de Brasília).

– Você poderá garantir sua meia entrada doando um livro (em bom estado de conservação) e também poderá adquirir pacotes especiais caso queira ir todos os dias.

– Os ingressos podem ser adquiridos em até 12 vezes sem juros e as vendas serão feitas exclusivamente através da plataforma online Eventioz.

– Para saber todas informações de preços e pacotes, acesse: http://bit.ly/ingressosccxp

Data do evento: 4 a 7 de Dezembro.

 

Site da Comic Con Experience: http://ccxp.com.br/

Página da Comic Con Experience: https://www.facebook.com/comicconexperience

Site do Omelete: http://omelete.uol.com.br/

Página do Omelete: https://www.facebook.com/SiteOmelete

É isso aí galera e até mais! :DD

HUMANIDADE = DIVERSIDADE

Talvez tenhamos mesmo que aceitar as pessoas como elas são, não digo de aceitar opção sexual, ou cor, isso não é questão de aceitar, nem de ficar separando, tomos somos seres humanos e não temos que ficar nos classificando e ficar com esses mimimis, pra mim, mas infelizmente para tais sensos não existe branco, preto, amarelo, pardo ou sei lá mais cores que eles inventam, pra mim existe seres humanos. Você já ouviu uma escova de dente verde dizendo pra outra escova de dente verde que não quer se misturar com a escova de dente vermelha porque ela é VERMELHA, esse exemplo é estúpido não é? Assim como o preconceito e as rotulações da própria sociedade.

Quando eu digo em aceitar, digo em aceitar o jeito das pessoas, pois elas são diferentes, eu já cansei de bater a cabeça na parede em tentar mudar um pessoa que amo muito pra que ela não se decepcione lá no futuro, mas eu percebi que não é assim, assim como eu tive o meu livre arbítrio em ser e fazer as coisas que eu acho que são coerentes em minha concepção, e as vezes quebrar a cara mesmo, só que eu fiz o que eu achava que era o mais correta, e errei, mas é claro sempre tendo pessoas que me amam dando conselhos, porém não me afobando, deixo com que as pessoas sejam e façam isso também, percebi que não adianta, nós somos diferentes sim em “jeitos”, “gestos” e “gostos”, e ficar querendo mudar o outro para o que você mesmo acha que é o ideal daquela pessoa ser é bobagem.

Tolerar pode ser o nome da palavra, separar o que você gosta ou não de algo em uma pessoa, se não gosta tolere, é o jeito dela, mas não demonstre, é simples, é o JEITO dela, das coisas que você gosta nela aproveite o máximo, percebi que ficar brigando por conta do jeito que as pessoas são só piora as coisas, só esconde os lados bons da pessoa e você só passa a perceber os ruins. Como por exemplo, alguém que você conhece não gosta de fazer tal coisa, mas você insiste que ela faça, deixe-a, se ela não gosta, não gosta.

Foi difícil eu perceber isso, talvez você não concorde com o que escrevo, mas é que ultimamente eu estou conseguindo ver melhor o tamanho do mundo e de tão diverso que ele é em tantos sentidos que seria egoísta e ridículo da minha parte querer aceitar e ver só o que eu gosto ou acho ideal, devemos ser menos egoístas e idiotas, não é porque não gosto de tomate que tomate é ruim, suco de tomate, uh não gosto, mas tem países que o suco de tomate é produto substituto do suco de laranja. Tá vendo, tem um mundo muito maior do que o nosso lá fora, tem pessoas muito diferentes de nós lá fora, e essas diferenças não faz com que elas não sejam felizes, que elas não amem, que elas não sentem raiva, que elas não VIVEM.

Acho que indo nessa linha de pensamento nos deparamos algumas vezes com a palavra preconceito, palavra forte, palavra que cada indivíduo ao ouvir, falar ou pensar remete-a a algum tipo de preconceito e não apenas ao significado dele em sim, preconceito nada mais é que um PRÉ-JUÍZO, invertendo a ordem é um juízo pré-concebido, e são através de atitudes discriminatórias que ele se manifesta, não só falar e demonstrá-los é preconceito, mas  pensamentos também carregam preconceitos, essas atitudes são relacionadas a pessoas, crenças, opções sexuais, gostos, culturas e por aí vai, eu posso ficar aqui o dia todo dizendo tipos de preconceitos, mas o que eu andei pensando é que preconceito só existe porque às pessoas não aproveitam a vida 100%, porque a vida não se limita a você pré-julgar algo, poxa, tem tanta coisa aqui pra fazermos que queria eu ter 2 vidas pra fazer tudo o que eu quero fazer, eu só tive essa forma de pensar depois de uns anos, confesso: antigamente eu tinha muito preconceito, principalmente com estilos musicais, mas nunca preconceito racial ou sexual, isso é burrice, porque o que conta é o que somos por dentro e não a cor da pessoa e de que sexo ela gosta ou deixa de gostar, não tem diferença, nós seres humanos somos um só, a real é que temos que respeitar, uns aos outros, talvez o mundo tivesse a tão sonhada PAZ se as pessoas se respeitassem mais e parassem com esse mimimi que muitas pessoas tem.

O meu ex-tipo de preconceito era musical, sim, musical, ainda curto todas as músicas de 10, 15 anos atrás, mas ampliei meus gostos, por quê? Porque deixei de lado aquele pensamento mesquinho de que meu gosto é superior do outro, só porque eu ouço rock, aquele cara que ouve sertanejo universitário (tá certo que naquela época ainda não existia, mas é só um exemplo) não sabe de nada, não pensa, só ouve ali tua musiquinha e já era, agora rock não, temos que parar e prestar a atenção na letra, nas metáforas ali construídas, na mensagem do cara, talvez ele passou por tal situação e agora ele tá relatando e blá blá blá, tudo bem, rock pode ter tudo isso? Pode! Tem? Tem, não são todos, mas tem! Mas o que impede de outros ritmos musicais tiverem todas essas características? Nada! Oras, não são pessoas que escrevem letras de rock? Também são pessoas que escrevem letras de Hip-Hop, Blues, Jazz, Axé, Eletrônica, Soul, Bossa Nova, Dance, Rap, Forró, Black, Country e mais um milhão de estilos pelo mundo afora. Temos que dar valor a esse termo: “pessoa”, como indivíduo, como um ser, e não aos valores agregados a palavra pessoa, aqueles chamados rótulos ou o que você deseja chamar, tudo tem seu lado interessante, engraçado, legal, pensado, não é porque eu não gosto que não tem valor, TUDO TEM O SEU VALOR, desde pessoas e desde o que elas produzem, e tudo mais aí que tem nesse mundão.

Estude em Hogwarts (Hogwarts is Here)

Para os fãs de Harry Potter e que sempre quiseram ir pra Hogwarts, há várias possibilidades de trazer para o real todo o mundo literário de HP, uma possibilidade é poder visitar o parque em Orlando, outra é visitar os estúdios na Europa, outra é trazer os produtos originais por importação, os filmes claro são um tipo de materialização dessa história, mas aqui eu trago outra proposta, uma proposta na qual eu também aderi, que é o site de Hogwarts, muitos fãs conhecem o PotterMore, mas falarei de outro.

Atualmente cursos de diversos graus (graduação, técnicos, pós) estão sendo ministrados por via internet, mas aí você pensa: “nossa mas isso é furada, não dá certo”, claro que não, é diferente claro do que você cursar num local físico, ir para a faculdade todos os dias e etc, tem diferenças, é um tipo de ensino em que a pessoa tem que se adaptar, se monitorar e ser muito responsável com questões de horários. Temos universidades de peso como Harvard, MIT e a nossa própria USP que oferecem cursos online, no caso das universidades fora do BR, é imprescindível o inglês, mas se você já possui o nível intermediário consegue acompanhar, gente não é cao, é verdade, o ensino à distância por intermédio da internet é uma realidade, tem seus lados positivos e vai crescer mais com o tempo, nós humanos, na Idade Contemporânea que estamos temos que desenvolver o autodidatismo, mesmo que em um campo apenas, hoje o conhecimento está super valorizado e a internet tá aí na sua porta te oferecendo apoio, material de estudo. Nós, certamente, temos que passar por um processo de adaptação que vai de indivíduo para indivíduo, para alguns é até mais fácil sentar na frente de um pc/note/tablete e começar a estudar através de um vídeo, texto, imagem, áudio, a globalização nos permite cada vez mais trocas de informações, como o exemplo que citei onde as melhores universidades do mundo como Harvard oferecem aulas super “fodas” ~desculpa o palavrão, mas creio que foi necessário pra mostrar a tão importância~ a distância, e gratuitamente, basta procurar, basta digitar no grande oráculo do século XXI o “GOOGLE”, lembrando de uma dica, acompanhem o site “Catraca Livre”, sério, na boa, sem demagogia alguma, na minha opinião o melhor site que já conheci, eu entro em média 5~6 vezes por dia no site, é maravilhoso, tem categorias incríveis, como o de educação e por lá fico sabendo de tudo sobre cursos pra fazer, e como o próprio nome do site diz “Catraca Livre”, tudo em maioria são isentos de grana e em minoria será um custo de pouquíssimo valor, vale a pena o acesso, entrem.

Desculpa por ter dado essa volta toda pra mostrar os benefícios da internet ligado a meios de ensino, mas foi necessário, e acredite eu vou conseguir relacionar isso com Harry Potter que é o assunto mor desse post.

Conheci sexta o site www.hogwartsishere.com, Hogwarts is Here – #HiH (Hogwarts é Aqui). E o que é esse site? Lançado dia 16 de abril desse ano, o site foi criado por fãs de Harry Potter loucos por estudar de alguma forma em Hogwarts e simular toda a sua magia ~e põe magia em Hogwarts *-*~ por meio de um ambiente online. Foram fãs que manjam muito da saga que se voluntariaram para escreve-lo e desenvolve-lo, ou seja, é uma Hogwarts online, é uma Harvard online como dito acima HAHAHAHA Consegui associar?  

O site é free, não se gastará nada nele pra aprender mais sobre o Mundo da Magia, tudo é gratuito, de cara, assim que você se inscreve e recebe sua carta de Hogwarts ~por email rs~ você abre uma Gringotts Vault on-line (conta falsa) e recebe galeões (falso $), que são para “comprar” itens como livros e equipamentos para as aulas e etc (sim, tem aula de verdade), como você entra no primeiro ano e não tem nada de $$, eles te dão pra iniciar os estudos, mas você conforme vai usando o site consegue mais, pois lembre-se o site é gratuito, ah e o curso tem duração de nove semanas.

Há também os quartos onde você pode entrar, é opcional, mas assim você pode conhecer mais pessoas que curtem HP, além disso será necessário no ato da “inscrição” escolher uma escola, eu escolhi é claro Gryffindor (Grifinória), desculpa, mas eu tive que escolher Gryffindor HAHAHAHA, mas você pode escolher Lufa-lufa, Sonserina ou Corvinal.

Enfim, o site tem muita coisa, tem tanta coisa que você precisa antes de mais nada começar a fuça-lo depois de fazer a “matrícula” como aluno e depois partir pra procurar os quartos, cursos, os sapos de chocolates e tudo mais.

Ah, o site é todo inglês, dá pra usar o tradutor se você usa o google chrome e fica de boa entender, para se inscrever clique em enroll na página inicial :DD

Até mais!!

 

Potions Harry Potter – DIY

 

O DIY de hoje é inspirado nas potions da saga Harry Potter.

Para fazer são necessários vidros pequenos e em qualquer formato, rolhas (uma para cada vidro), água, corantes pode ser o corante alimentício ou o a base de água, folha sulfite mais uma fita adesiva ou troque por papel adesivo branco, canetinha preta e marrom, papel toalha e 2 colheres de sopa de café.

Primeiro é preciso que você faça o líquido da poção em potes separados de acordo com a cor que desejar, então você vai misturar o corante na água, após isso coloque o líquido nos frascos, feche com uma rosca de acordo com o tamanho do frasco.

Para fazermos a identificação e se aproximar das poções do Harry Potter fiz algumas pesquisas e utilizei corantes nas cores das poções que a saga nos traz, são inúmeras poções, eu escolhi 5 delas e fiz, a seguir a lista com a descrição das quais eu escolhi:

Murtlap Essence

A poção acalma e cura cortes dolorosos e abrasões, eficaz para a furúnculos, é feita de Tensas e tentáculos de Murtlap embebidos em salmoura e posteriormente peneirados. Para curar basta a poção ter contato com o local a ser tratado. Cor: Roxa.

Elixir to Induce Euphoria (Elixir da Euforia)

O ingrediente principal são folhas de Helária, leva 20 minutos o seu preparo e o efeito dura 5 minutos. Aprende-se a fazê-la no 2º ano. Ela causa intensa alegria em quem bebe, causa hilariantes gargalhadas e falta de ar de tanto rir, deixa a pessoa eufórica ao ponto de se esquecer dos demais males que afligem sua mente e pode ser preparada mais fraca para apenas oferecer uma leve alegria. Não é necessário que se beba, apenas a absorção pela pele causa o efeito.

Modo de Preparo: Aqueça 1,5 litros de água no caldeirão a uma temperatura entre 40ºC e 45°C. Pegue três folhas de Helária e com a faca, corte-as em quadradinhos. Divida essa porção de folhas quadriculadas em duas, sendo que despeje já a primeira metade e depois de 5 minutos a outra metade, aguarde mais 3 minutos para que todas as folhas sejam dissolvidas. Gire três vezes no sentido anti-horário, uma no horário e outra no anti-horário. Aguarde até estar tudo dissolvido e numa cor amarelada.

Restorative Blood (Poção Reparadora de Sangue)

Aprende-se a fazê-la no 7º ano de Hogwarts. O tempo de preparo é de 2 dias. Quando a vítima perde muito sangue, basta beber a poção que ela irá repor o sangue perdido e também incentivar mais produção de sangue.  Arthur Weasley usou quando foi atacado. Cor: vermelha.

Fire Protection (Poção de Proteção contra Fogo)

Quem bebe recebe proteção por 15 minutos de qualquer queimadura decorrente do contato com o fogo. Aprende-se fazê-la no 7º ano e leva 20 minutos o seu preparo. No primeiro ano de Harry em Hogwarts, ele a bebeu para passar pelas chamas negras e Hermione para atravessar o fogo roxo. Cor: azul.

Polyjuice Potion (Poção Polissuco)

Poção muito difícil de se fazer, leva um mês para o seu preparo, a poção transforma quem a bebe na pessoa cujo pedacinho foi usado como ingrediente da poção.

Modo de Preparo: Deve-se adicionar 1 litro de água no caldeirão e logo após isso acender o mesmo, depois adiciona-se 30g de pó de chifre de bicórnio e a poção deve adquirir uma superfície prata e espelhada, deixe essa solução cozinhar por 10 minutos, após o cozimento, adicione as sanguessugas misturando a poção 3 vezes no sentido horário e 1 vez no sentido anti-horário. Deixe a solução ficar cozinhando por 2 dias em fogo lento. Pegue a descurainia em uma noite de lua cheia, pese e depois coloque 3kg dela no caldeirão, depois acrescente na solução as 5 sanguinárias e mais 30 g de pó de chifre de bicórnio, após isso deixe a poção cozinhar por 15 dias inteiros, após isso, acrescente a solução os pedaços de 1m de pele de ararambóia e deixe a poção cozinhar por 15 minutos em fogo alto, depois deixe a solução em fogo baixo novamente e espere os dias do cozimento dos hemeróbios, depois de ter os hemeróbios prontos acrescente-os a poção, tire a solução do fogo. A poção deve atingir um tom escuro e um aspecto lamacento e viscoso, daí coloque o pedaço da pessoa (mais indicado cabelo) em que se quer transformar e logo a poção irá assobiar como se fosse uma chaleira fervendo, também irá espumar e mudará sua cor para o cinza, a poção já pode ser ingerida.


Para fazer as etiquetas eu usei pó de café para deixar o papel com aspecto de velho, e com a canetinha escrevi o nome das poções escolhidas, depois é só colar no frasco.

Final :DD

Até mais (:

 

De você para você mesmo

Já pensou em fazer um balanço da sua vida de o que você se tornou e conquistou nos últimos tempos?

Se você já pensou e já fez, legal, você tem seu próprio método e tenho certeza que te satisfez muito, mas se você já pensou e nunca fez ou nunca pensou eu tenho algo pra dizer em que você pode se inspirar muito. Bom, essa ideia é uma carta, de autoria sua, pegue algum fator determinante da sua vida, algo há 10, 15 anos que aconteceu que a partir dele você mudou ou teve que tomar uma decisão muito importante que fez com que sua vida se modifica-se, a partir desse momento escreva uma carta, uma carta para você de você mesmo, com tudo que aconteceu entre esse período até o momento de agora. A lógica é simples, como tudo já aconteceu você já sabe, mas lá atrás, há 10, 15, 20 anos você não sabia e veio cumprindo o roteiro invisível da sua vida, quando terminar, verás quanta coisa te aconteceu, as decisões certas, as erradas, as não tão certas e nem tão erradas assim, porém estas tomadas, os sonhos realizados, os lugares visitados, os ganhos, as perdas, os conselhos, as dicas e tudo mais, escreva como se estivesse conversando consigo mesmo.

É um exercício opcional, mas não deixa de ser interessante só porque faz quem quer, é um momento pra você parar um instante na sua vida e situar-se de tudo o que te aconteceu até aqui e o que você fará de novo ou continuará fazendo durante essa jornada, por fim, guarde ou faça o que quiser, e terás mais uma experiência sensacional daqui há mais 10, 15, 20 anos da sua vida.

Até mais :DD

do latim: emoção

Cada ser é um ser, apesar disso ser óbvio é necessário que haja uma reflexão, pode ser essas de bar mesmo ou essas de quando você está triste, feliz ou explodindo de algum sentimento. “Ser” já diz tudo, tudo o que fazemos nos caracteriza “ser”, existimos, pensamos, nos movemos. O que você é? Cada um é cada um, creio que diferentes tipos de emoções integram o indivíduo, emoção aquela em que você para, e sente que seu corpo está sendo dominado por algo na qual a razão não consegue controlar, como por exemplo o ato de chorar. Chorar é uma forma de expressar a emoção. A própria emoção é tão gratificante e bela que ela poderia até “ser um ser”, um ser confortante e invisível. Com o que você se emociona? Todos temos algo na vida, seja um sonho, uma vontade, ou uma qualquer coisa que queremos realizar antes de morrer, alguns dizem que o próprio sonho é banal, mas não é, sonhos quando realizados oferecem emoções, oferecem resultados em que você vai olhar e não vai acreditar porque a emoção te domina, existem emoções que possuem símbolos mundanos, como por exemplo o falecimento de um querido esposo, o símbolo para sua esposa e a lembrança de todas emoções que eles passaram juntos, tudo aquilo que foi construído será a aliança, a aliança que simboliza a união, aliança que pode ser desde as que compra-se nas lojas ou até tatuagens ou até mesmo o desenho de uma aliança feito de canetinha, porque não importa a forma, importa o que aquilo simboliza e o que faz lembrar todas as vezes das emoções. É engraçado falarmos de emoção né? Essa palavra as vezes é utilizada por utilizar como algumas pessoas utilizam a palavra cidadão, educação, sustentabilidade e etc, claro que são palavras que possuem conceitos, grandes teóricos por trás de tudo, mas a emoção é mais que um conceito, é uma sensação, ou melhor são várias sensações, são sensações que vão de ser para ser, o que é emocionante para mim pode não ser para você, é subjetivo, mas mesmo sendo subjetivo é ao mesmo tempo é um fator unificador da sociedade.